Tirando as roupas e aprendendo a me curtir

O texto abaixo foi enviado por uma das minhas clientes, que pediu para ser referenciada como Tininha. Ela entrou em contato comigo interessada em fazer um ensaio sensual feminino. Começamos a conversar e marcamos a data do ensaio!
O ensaio aconteceu no apartamento do massoterapeuta Ruano. Ela demorou bastante para conseguir se soltar. Foi um pouco difícil conseguir fazê-la se desprender de todas as preocupações (Ela estava completamente crente de que o ensaio não ficaria bonito), mas com o tempo (e alguns copos de vodka pura depois), toda a vergonha, timidez e auto-crítica começaram a perder espaço para uma alma pura que há tempos ficou trancada sob camadas e mais camadas de roupas e pressões sociais, e que estava finalmente se libertando de tudo aquilo…
Se libertando de todas as amarras sociais e permitindo que seu corpo se expressasse. O restante do ensaio aconteceu com muita leveza e diversão. A Tininha dançou suas músicas preferidas, e brincou pelo apartamento inteiro.
Sem mais delongas, aí vai o texto que ela nos enviou!

Título original do texto: “ TIRANDO AS ROUPAS E APRENDENDO A ME CURTIR COM MINHA PELE ”

Dizem que , do mesmo modo que a alma, o corpo sempre nos acompanham (mesmo que numa relação aonde é quase sempre escondido, como eu sempre fiz com meu corpo desde que engordei , não o achava “ adequado “ para ser mostrado).
Eu nem tinha um bom feedback corporal disto, fora a ladainha – para mim, insuportável rsrsrs – do “ ai – mas tem cara que ATÉ gosta – de gordinha … ” mais do que vaidade ou falta dela, era inclusive algo a fazer POR E PARA MIM MESMA se algum dia viesse a fazer ensaios sensuais / nua. Algo para conseguir também me sentir confortável na minha pele e “ ousar “ até gostar do que sei ter bonito em mim (os seios, por exemplo, que sempre digo ser a ÚNICA coisa boa que estar fora do peso me trouxe, tenho pelo menos seios fartos e redondos).
Tirando a roupa e aprendendo a me curtir. Venha ler o texto que uma das leitoras do blog da Sereno Fotografia nos enviou após fazer um ensaio fotográfico!
Do mesmo jeito que desencanei dos meus braços gordos e comecei a usar regata / blusinha de manga curta. Passei a considerar como seria se fizesse um ensaio sensual. Quando vi o site do Gui na Internet, como só tinha fotos de nu artístico de caras, pensei “ ah certeza que ele não iria me fotografar, ainda mais eu gorda e sem cintura “ rsrsrsrsrsrsrs.
Ultimamente ando tendo uns momentos de decidir as coisas num impulso – ou como libriana autêntica, não decidiria NUNCA, hauhauahaua – aí mandei uma mensagem pra ele depois de ler que ele também se dispunha a fotografar mulheres em ensaios de nude . Uma das primeiras coisas que precisava ter certeza era se esse tipo de fotos também cairiam bem pra gordinhas como eu. Quando ele respondeu que um dos objetivos dos ensaios dele eram justamente desmistificar a idéia de que ensaios sensuais seriam só pras magras de corpão, aí já sabia que faria esse ensaio com ele.
Tirando a roupa e aprendendo a me curtir. Venha ler o texto que uma das leitoras do blog da Sereno Fotografia nos enviou após fazer um ensaio fotográfico!

O Ensaio

Acertamos tudo : dia, local (o apê de um amigo dele que até tbm fiz amizade, o Ruano e espero que continuemos amigos, rsrsrsrsrs) mas as dificuldades de uma cidade como São Paulo pros “sem carro e sem Uber “ como eu ( aonde moro, é super contra mão de qualquer metrô, rsrsrs) me fizeram chegar atrasada meia hora na estação do metrô aonde ele iria me encontrar (ainda bem que tinha visto a foto dele antes pelo Face, porque aí o reconheci pelas unhas pintadas de azul e pelos cachos, rsrsrsrsrs). Eu já sou uma mulher “ pilhada de ansiosa “, soma isso a agonia de ter um desencontro com ele e pronto, no apê antes das fotos eu tava completamente travada e – pq não admitir, rsrs – pensando se iria conseguir relaxar e tirar a roupa para o ensaio rs.
O Guilherme foi me relaxando, trouxe umas doses de vodca qdo eu pedi (pq nessas horas, só assim mesmo, preciso de algo forte hauahuaha ), as primeiras fotos comigo de calcinha e sutiã precisei ABSTRAIR a barriga que odeio hauahauaha, e o álcool ajudou muito pra isso tbm rsrsrsrsrs. Ele colocou as músicas da lista que eu tinha escolhido e me pediu pra esquecer que ele tava ali e ir dançando, para ficar sensual e espontâneo na sequência das fotos (nada daquilo de poses, até dou mesmo razão a ele rsrsrs).
Tirando as roupas e aprendendo a me curtir. Venha ler o texto que uma das leitoras do blog da Sereno Fotografia nos enviou após fazer um ensaio fotográfico!
Umas das fotos que mais gostei e que até escolhi depois, foi a que PAREÇO ter menos barriga – santo ângulo que pode favorecer hauahuaha – e as que consegui ficar natural
com os seios expostos, provando pra mim mesma que sim, mesmo não estando magra ao menos tenho o que mostrar em fotos assim . Conforme ia tirando a lingerie, foi como se estivesse entrando numa piscina de água fria. (Não ver o Gui enquanto dançava tbm ajudou, pq senão iria travar de vergonha MESMO hauahauahuahahauahaha).
Outra coisa que foi libertador pra mim, poder ficar com os mamilos aparentes no sutiã e isso NÃO ser constrangedor, não ser algo que precise esconder (pq sério, sempre enrolo uns pedaços de papel higiênico pra pôr nos mamilos a cada vez que visto qualquer sutiã para aquecê- los e não ficar com “ os faróis acesos “, hauahuahauahauaha) … ali não, podia ser fotografados os bicos dos seios entusmecidos e não era nem indecente, nem algo pra me envergonhar depois.
Tirando as roupas e aprendendo a me curtir. Venha ler o texto que uma das leitoras do blog da Sereno Fotografia nos enviou após fazer um ensaio fotográfico!

Conclusão da Tininha

Não vou dizer que a partir disso passarei a ir em praias de nudismo – sempre morri de vergonha ao imaginar locais assim, não é moralismo, e sim vergonha pura de gente tímida mesmo hauahauhauaha – mas foi um chá de auto estima, ver que as fotos ficaram de bom gosto, ficaram bem feitas, mesmo que de auto deboche as olhando depois, eu me sinta uma “ sem pepeca “, pq é algo que mal se percebe nas fotos aonde estou sem roupa alguma hauahuahauaha.
Se pretendo fazer outros ensaios ? Sem dúvida. O Gui tem muita ética e as fotos nunca serão vulgares com ele, então tenho toda confiança das próximas fotos com ele assim, serem até num motel , porque também, além de tudo, ficamos amigos .
( Tininha )

E aí? O que achou do texto “Tirando as roupas e aprendendo a curtir com minha pele”?

Deixe seu comentário nos contando o que achou! Não se esqueça de compartilhar este blog nas suas redes sociais para que cada vez mais pessoas possam se amar e se aceitar mais! Venha curtir a minha página no Facebook! Não se esqueça também do Instagram! Ah! Você também pode nos enviar a sua história. Sabia disso? Visite o link para saber mais!
Deixe o seu comentário!